Eletro

Published on janeiro 1st, 2017 | by Lucas Lima

0

Nespresso Inissia – Uma Nespresso modesta

Quem acompanha os posts sobre cafeteiras aqui no site, sabe o quanto sou fã da Nespresso. Seja pela construção do produto, sabor do café e também pelo pós venda. Com o passar dos anos a minha C50 U começou a apresentar problemas. Depois de uma ida a manutenção e alguns novos defeitos (acho que 4 anos de uso moderado-intenso é um bom tempo de uso, não esperava um produto mais duradouro) e uma promoção de natal, resolvi comprar uma nova. E a escolhida da vez foi a  cafeteira Nespresso Inissia. Nos parágrafos a seguir, explico a minha motivação para comprar o modelo de entrada da Nespresso e o que eu achei da cafeteira.

Mas antes vamos falar da promoção.

Quando quero algum produto, aprendi a acompanhar fóruns e visitar diariamente alguns sites. Além de usar alguns plugins de desconto buscando o menor preço registrado. E com a Nespresso Inissia não foi diferente. No Natal apareceu uma promoção em que a cafeteira custaria 235 reais com direito a reembolso de 200 reais em capsulas. Como as capsulas são imprescindíveis para o funcionamento da cafeteira (e nunca achei uma dessas adaptações que tivesse um custo benefício próximo as capsulas originais) posso considerar que adquiri uma nova cafeteira por 35 reais.

Voltando a cafeteira Nespresso Inissia

Diferente da minha C50 U Pure Gray, a Nespresso Inissia Vermelha utiliza um sistema manual para as capsulas. Através de uma alavanca, bem parecida com a Três Corações que ja resenhei por aqui, mas felizmente menos rígida.

É uma excelente peça, com uma construção solida e com materiais de excelente qualidade. Não parece algo frágil como a cafeteira da TRES. Mas tem algumas particularidades.

A máquina é consideravelmente menor que as duas resenhadas anteriormente, utilizando menos “partes” que a sua irmã mais velha e menores que a da concorrência. A bandeja de respingos, que era separada da de líquido das capsulas agora é unificada, transformando-se apenas em um canal que direciona as gotas a bandeija das capsulas. Para mim isso foi uma melhoria, mas também trouxe  algum revés. O sistema reduzido e mecânico compromete o corta-gotas.

A “bandeja canal” recolhida que substitui o a bandeja para gotas.

Assim como no concorrente, assim que você termina o café, é obrigado a abrir o compartimento de capsulas, caso contrário continua aquela interminável “pingação” que muito me incomoda.

Veredicto

Não vou dizer que é uma excelente compra pois me arrependi em não desembolsar mais que os 35 reais pela cafeteira. Uma máquina automática tornaria muito mais interessante minha experiência, mas isso é devido a minha frescura pessoal que uso a máquina como eletrodoméstico e item de decoração (a máquina é mais bonita que a C50, mas tenho que manter a alavanca levantada para cortar as gotas).

Se o seu uso é estritamente como cafeteira, sem dúvida é uma excelente compra para quem gosta de café.

Lembre-se sempre: Máquinas da Nespresso são máquinas de café. Caso queira um achocolatado ou outro tipos de bebida, procure máquinas dos concorrentes.

Tags: , ,


About the Author



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back to Top ↑